O potencial de Vingadores: Ultimato é enorme em bilheteria. Em 2018, Vingadores: Guerra Infinita arrecadou mais de US$ 2.05 bilhões mundialmente, se tornando a quarta maior bilheteria de todos os tempos. Os fãs já estavam cientes da continuação quando foram assistir Vingadores: Guerra Infinita nos cinemas, mas as expectativas só aumentaram com o final chocante.

Há muitas questões no ar. Como os heróis mortos retornarão? Como os sobreviventes podem vencer Thanos? Toda esta expectativa pode fazer o longa-metragem superar Avatar em bilheteria? Analisemos cada recorde por vez.

Vingadores: Ultimato certamente possui potencial em bilheteria para superar os outros Vingadores, estabelecendo novos parâmetros para o que é possível em termos de desempenho no fim de semana de estreia”, comentou Paul​ Dergarabedian, analista da ComScore, em entrevista ao Digital Spy.


Vingadores: Ultimato | Restaurante quer entregar frango frito no espaço para Tony Stark

Os Vingadores foi o primeiro filme da história a arrecadar mais de US$ 200 milhões no fim de semana de estreia nos Estados Unidos, e agora Vingadores: Guerra Infinita é o detentor do recorde. Com estreia marcada para o fim de abril, o longa tem potencial para quebrar o recorde, de acordo com Dergarabedian.

Mas este sucesso pode se manter forte e se traduzir num recorde mundial sem igual? “Pode haver uma impulsão no final, mas esta não é uma situação de ‘3D pela primeira vez’ e, francamente, o MCU forçou o ‘tudo acaba aqui’ com Guerra Infinita, então podem não ser capazes de jogar com esta carta novamente”, disse Scott Mendelson, da Forbes.

Mais cético, o analista prossegue: “Há um continente de pessoas que só se preocupam com as grandes reviravoltas, então uma vez que elas estejam esclarecidas, pode haver um pouco menos do fator ‘preciso assistir’. Não é como Pantera Negra e será o primeiro filme dos Vingadores em um intervalo de um ano, em vez de dois ou três anos.”

Vingadores | Nova edição da HQ revela quando a Joia do Poder foi encontrada na terra pela primeira vez

Mendelson adiciona que Vingadores: Ultimato pode ser prejudicado com a competição com Pokémon: Detetive Pikachu. “Não terá o campo livre para si durante as primeiras semanas, como no ano passado. De qualquer forma, acho que não fará menos que Jurassic World, mas deve fechar com os mesmos números de A Era de Ultron/Os Últimos Jedi.”

Na visão do analista, Vingadores: Ultimato arrecadaria algo entre US$ 1.3 e US$ 1.4 bilhão mundialmente, o que certamente seria uma grande decepção para a Disney e a Marvel.

Mendelson aponta, porém, que Capitã Marvel pode acabar ajudando Vingadores caso corresponda às expectativas. “A não ser que Capitã Marvel seja terrível, como Lanterna Verde, não imagino por que não poderia ajudar”, argumentou.

Ainda de acordo com o analista da Forbes, é “praticamente impossível” que Vingadores: Ultimato – ou qualquer outra produção cinematográfica – supere Avatar. O motivo é simples: Avatar ficou muito tempo em exibição nos cinemas. E sem nenhuma competição.

“Há praticamente 0% de chances de Vingadores: Ultimato superar Avatar. Mesmo com as expectativas a favor e os nove anos de empolgação, Vingadores: Guerra Infinita arrecadou US$ 100 milhões a menos que Avatar domesticamente – e US$ 700 milhões mundialmente. Além disso, Avatar teve uma temporada com muito fôlego durante o Natal e praticamente nenhuma competição até Alice no País das Maravilhas. Já Vingadores: Ultimato terá Pokémon, John Wick e Aladdin já no primeiro mês.”

Trailers de Vingadores: Ultimato, Toy Story 4 e de outros filmes podem ser lançados no Super Bowl, afirma site

A continuação de Vingadores: Guerra Infinita deve mostrar o embate final entre Thanos e os Vingadores. A Capitã Marvel e o Homem-Formiga devem se unir à super-equipe na história.

Vingadores: Ultimato chega aos cinemas no dia 25 de abril.