CONTÉM SPOILERS

Em um dos momentos mais controversos de Vingadores: Guerra Infinita, o Senhor das Estrelas (Chris Pratt) perdeu o controle ao saber que Gamora (Zoe Saldaña) estava morta e estragou o plano que poderia derrotar Thanos (Josh Brolin). O personagem foi duramente criticado após o filme.

No entanto, uma teoria pretende mudar isso. A premissa é simples: a ação de Peter Quill, em que a manopla não é mais retirada da mão de Thanos, permite que alguns heróis sobrevivam no filme da Marvel e consigam derrotar o Titã Louco em Vingadores: Ultimato.


A teoria publicada no Reedit afirma que Thanos não queria matar heróis de forma desnecessária. Além disso, o Titã Louco poderia estar se poupando para a batalha na Terra ou ainda sentindo a morte de Gamora. Outro ponto interessante é que o Doutor Estranho (Benedict Cumberbatch), com a força que tem, não deteve o Senhor das Estrelas.

Vingadores: Ultimato | Tessa Thompson indica participação no filme

O texto indica que Stephen Strange já sabia de tudo que teria que acontecer para que os heróis saiam vitoriosos ao final de Vingadores: Ultimato. Sendo assim, Peter Quill acaba salvando alguns personagens, como o Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), que também estava no espaço naquele momento.

A continuação de Vingadores: Guerra Infinita deve mostrar o embate final entre Thanos e os Vingadores. A Capitã Marvel e o Homem-Formiga devem se unir à super-equipe na história.

Vingadores: Ultimato chega aos cinemas no dia 25 de abril.