Nesta terça-feira, a Caixa Econômica Federal anunciou o corte do patrocínio para o Caixa Belas Artes. A partir de quinta-feira, o cinema volta a se chamar Cine Belas Artes.

Inaugurado em 1967, o Cine Belas Artes é um dos cinemas de rua mais conhecidos da cidade de São Paulo. Caso não encontre novos patrocinadores em dois meses, o cinema corre o risco de fechar as portas.

O proprietário da marca, André Sturm informou à Folha de S. Paulo que o aluguel do imóvel custa R$ 2 milhões por ano. Segundo Sturm, a operação de marketing é lucrativa para o investidor. Em 2018, o cinema teria somado 1.150 citações na mídia, o que se converte em R$ 6,5 milhões no mercado publicitário.


Esta não é a primeira vez que o cinema corre o risco de fechar. Entre 2011 e 2014 o Cine Belas Artes esteve fechado e foi reaberto após pressão política e do público.