Guardiões da Galáxia 3 | Presidente da divisão de cinema da Disney fala sobre demissão de James Gunn: “Tenha cuidado”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Guardiões da Galáxia Vol. 3 se transformou em uma das produções mais complicadas da Marvel Studios, após o diretor e roteirista James Gunn ter sido demitido no ano passado.

Em entrevista para o The Hollywood Reporter, o presidente da divisão de cinema da Disney, Alan Horn, comentou a polêmica demissão do diretor, que se deu pela ressurgência de tweets antigos com conteúdo ofensivo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Não acho que fazemos pesquisas no histórico das pessoas pra ver o que elas disseramL Eu me sinto triste por algumas das pessoas pegas no meio disso. E às vezes eu penso, ‘Nossa, o que eles disseram é tão absurdo que deve ter trazido repercussão para eles’. É um mundo muito aberto, essas coisas geram registros. A advertência é: Tenha cuidado”, diz Horn.

Guardiões da Galáxia 3 | Maquiador de The Walking Dead quase trabalhou no filme

James Gunn foi demitido após internautas encontrarem uma série de tuítes com piadas preconceituosas e envolvendo assuntos como estupro. Como as publicações eram antigas, fãs e até membros do elenco se mobilizaram para que a Disney recontratasse o cineasta, o que não aconteceu.

Guardiões da Galáxia 3 segue sem previsão de estreia.

Os personagens de Guardiões da Galáxia retornarão para Vingadores: Ultimato, que estreia em 25 de abril de 2019.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio