Homem de Ferro | Filme de 2008 quase destruiu a Marvel; entenda!

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Lançado em 2008, Homem de Ferro representou o início de um universo compartilhado de muito sucesso para a Marvel. Bem-sucedido, o longa-metragem estabeleceu um tom para ser seguido e transformou seu protagonista, o então polêmico Robert Downey Jr., em um dos maiores astros de cinema do planeta. Mas o que muita gente não lembra é que Homem de Ferro foi uma aposta muito mais arriscada do que parecia – que poderia ter posto um fim definitivo na Marvel.

Como todo fã deve recordar, a Marvel entrou em falência em 1996 e foi obrigada a vender os direitos de seus personagens mais famosos, o que resultou no Homem-Aranha indo para a Sony e o Quarteto Fantástico e os X-Men ficando com a Fox. Caras importantes, mas menos conhecidos, como Homem de Ferro e Capitão América, permaneceriam com a Marvel.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Vingadores: Ultimato | Filme da Marvel mostrará que Thanos falhou em sua missão

No início dos anos 2000, quando X-Men e Homem-Aranha ficaram muito bem-sucedidos, a Marvel começou a se mover para trabalhar com estes super-heróis. Tentou licenciá-los com a New Line, da Warner Bros., e a Universal, mas nenhuma delas expressou interesse. Foi quando a Marvel decidiu fazer uma aposta arriscada: pegar um empréstimo com a gigante financeira Merrill Lynch e produzir seus próprios longas, sem a ajuda de ninguém – apenas de uma distribuidora, que se tornaria a Paramount Pictures antes de a Marvel ser comprada pela Disney.

O acordo foi firmado e foram emprestados US$ 525 milhões aos produtores da Marvel. Caso não conseguisse gerar o retorno esperado para seus investidores, a Marvel teria que abrir mão dos dez maiores personagens que ainda detinha, como Pantera Negra, Homem-Formiga, Doutor Estranho e os Vingadores em geral, e simplesmente entregá-los para a Merrill Lynch. Um eventual fracasso de Homem de Ferro certamente teria significado o fim da Marvel, já que, além de endividada, também não teria mais nenhuma “joia” para trabalhar.

Felizmente, o sucesso aconteceu e Homem de Ferro arrecadou quatro vezes mais do que custou para ser produzido. Hoje, o fruto deste “tiro no escuro” pode ser visto em outros sucessos como Pantera Negra e Vingadores: Guerra Infinita.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio