O Irlandês, novo filme de Martin Scorsese produzido pela Netflix, pode ter um lançamento amplo nos cinemas. A informação é do The Hollywood Reporter.

O site publica que a discussão ao redor de Roma, também da plataforma de streaming, fez com que a Netflix tenha uma outra estratégia para longas que podem ser reconhecidos na temporada de premiações. Para alguns críticos, o filme de Alfonso Cuarón não poderia concorrer a prêmios no cinema por ter tido exibição limitada nas telonas e maior destaque no serviço online.

Pensando no Oscar 2020, O Irlandês pode ser um dos projetos a entrar nesse novo plano da Netflix. O THR informa que Martin Scorsese está trabalhando com a plataforma para ter um lançamento amplo nos cinemas, e não apenas limitado, algo que o serviço de streaming nunca fez antes.


No caso de Roma, por exemplo, o mais longe que a Netflix chegou foi de dar um lançamento para o filme nos cinemas três semanas antes de chegar no streaming. Caso isso mude com O Irlandês, a plataforma pode entrar na mesma linha de concorrentes, se transformando em um verdadeiro estúdio.

O Irlandês | Netflix divulga primeiro teaser do novo filme de Martin Scorsese

Companhias como a Amazon produzem longas e lançam nos cinemas, como qualquer outro estúdio. Algum tempo depois, os filmes são lançados no serviço Prime Video, exclusivo da empresa.

A Netflix ou Martin Scorsese não se pronunciaram ou confirmaram as informações da publicação.

Inspirado e baseado no livro de 2003 I Heard You Painy Houses, de Charles Brandt, o filme terá no elenco três lendas do cinema: Robert De Niro, Al Pacino e Joe Pesci. Os três já trabalharam diversas vezes com Scorsese, principalmente De Niro e Pesci.

A previsão de lançamento para The Irishman é de 2019, com o elenco informando que a obra deve ser lançada em outubro.