Pantera Negra fez história ao ser o primeiro filme de super-heróis indicado ao Oscar de Melhor Filme. O reconhecimento do longa não agradou a todos, e figurões de Hollywood já se manifestaram contra a indicação. Bret Easton Ellis, aclamado escritor e roteirista, criticou a escolha da Academia.

Astro de Pantera Negra manda mensagem de apoio para ator de Empire, vítima de ataque

“Nenhum filme de super-heróis foi indicado para Melhor Filme antes. Mas acredite em mim, a Disney está fazendo tudo que pode para garantir que isso aconteça. Mesmo que ninguém que eu conheça que tenha achado que Pantera Negra é um filme tão bom assim. Sim, ele é uma peça de representatividade, e eles estão o apoiando por isso”, opinou Ellis, em entrevista a um podcast, que foi gravado antes da divulgação da lista oficial de indicados.


Bret Easton Ellis é conhecido por livros como Psicopata Americano, que deu origem ao icônico filme com Christian Bale.

“A imprensa do entretenimento e os estúdios estão vendendo a noção que Pantera Negra é uma grande obra de arte cinematográfica que não pode ser ignorada. E essa noção tem sido enfiada em nossas gargantas, e nós apenas podemos sorrir em deslumbramento. Eu então entender que esse é o momento que estamos aprisionados. Uma piada, uma mentira. É tudo ‘fake news’, galera”, dispara o escritor.

O Pantera Negra, que tem a identidade do Rei T’Challa, retornará em Vingadores: Ultimato, juntamente com o povo de Wakanda. Depois, o personagem deve aparecer na continuação de sua história solo.

Dirigido novamente pelos irmãos Anthony e Joe Russo, Vingadores: Ultimato deve mostrar o embate final entre Thanos e os Vingadores após os eventos de Guerra Infinita, com a Capitã Marvel e o Homem-Formiga se unindo à super-equipe na história que deve marcar o fim de uma era para a Marvel Studios.

Vingadores: Ultimato estreia no dia 25 de abril. Pantera Negra 2 ainda não tem previsão de estreia.