O remake de 2010 de A Hora do Pesadelo não foi um sucesso. No entanto, ele poderia ter contado com uma visão diferente sobre o assassino Freddy Krueger.

Na mitologia original, o vilão é um zelador de escola que é queimado vivo. O motivo é que Freddy abusava de crianças da escola infantil.

No Twitter, o roteirista do remake, Eric Heisserer, contou o que tinha pensado originalmente. Quem sabe, o filme teria outro resultado.


Alita: Anjo de Combate possui referência ao remake de A Hora do Pesadelo

“Havia uma iteração em que ele era inocente e vingativo, mas depois isso foi modificado”, contou o escritor. “Com tantas cenas que homenagearam Wes Craven (criador da história) e uma história que foi próxima da original, você acharia que seria considerado um remake por todos envolvidos. Mas, não. Para questões de crédito, outro escritor classificou como uma sequência. Por que? Para que Wes Craven não tivesse o crédito da história. Isso me enfurece até hoje”, explicou o roteirista sobre o roteiro do remake.

Por enquanto, não há planos para um novo filme de Freddy Krueger, mas o sucesso do novo filme da franquia Halloween pode fazer os direitos irem parar com o produtor Jason Blum, da Blumhouse.