Deixando Neverland | Diretor quer sequência com julgamento de Michael Jackson

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O diretor do polêmico Deixando Neverland, Dan Reed, está cogitando dar uma continuação ao seu tão falado documentário.

Leaving Neverland | Fãs protestam em sede do canal que exibirá documentário no Reino Unido

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista ao site Film Stage, nesta segunda-feira, dia 18, Reed contou que está disposto a fazer uma continuação, focado no julgamento mais recente de Michael Jackson.

Ele explica: “O filme que eu realmente gostaria de fazer, seguido deste, é o julgamento de Michael Jackson. Eu apenas poderia fazer isso se a vítima e seus pais participarem. Se Gavin Arvizo e sua família concordarem, eu gostaria de contar a história desse julgamento. Eu acho fascinante e aterrorizante que Michael foi considerado inocente.”

O processo contra Michael Jackson da família Arvizo aconteceu em 2005, quando o cantor foi acusado de pedofilia, molestamento e tentativa de conspiração. Após 18 meses de julgamento, o astro foi considerado inocente.

Anteriormente, Michael passou por outro processo em 1993 – também foi considerado não-culpado de todas as acusações.

O documentário conta a seguinte história: “No auge de seu estrelato, Michael Jackson começou relacionamentos duradouros com dois garotos de 7 e 10 anos e suas famílias. Agora com 30 anos, eles contam a história de como foram abusados ​​sexualmente por Jackson e como chegaram a um acordo para ficarem calados anos depois.”

Ações judiciais movidas por Robson e Safechuck contra Jackson foram rejeitadas por um juiz em Los Angeles em 2017.

Deixando Neverland será exibido no Brasil em duas partes na HBO, nos dias 16 e 17 de março.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio