Leaving Neverland | Corey Feldman defende Michael Jackson: “Nunca me tocou”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Corey Feldman, famoso ator de filmes como Garotos Perdidos e os Goonies, resolveu partir em defesa de seu falecido amigo Michael Jackson.

Leaving Neverland | Diretor do documentário critica atitudes do espólio de Michael Jackson

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em reposta as acusações de pedofilia feitas contra o cantor no documentário Leaving Neverland, Corey resolveu postar um desabafo no seu Twitter, na terça-feira, dia 5. 

Denominando o documentário de “unilateral” e “falso”, Corey explicou: “Eu assisti o documentário e a minha experiência foi a mesma…isso até começarem a falar sobre o abuso sexual. É aqui que tudo foi inventado. Eu e Michael nunca falamos de sexo, a não ser para falar como era assustador e perigoso.”

“MJ nunca falou um palavrão na minha frente, nunca me tocou de forma inapropriada e nunca sugeriu que fossemos amantes. Eu acho que se as pessoas pudessem escutar nossa conversa, perceberiam isso. Nenhum tipo de perversão, eu tenho uma fita e estou pensando em divulgar,” ele pondera. 

Na sequência, afirma que outros amigos tiveram exatamente a mesma experiência e questiona as supostas vítimas: “Eles merecem contar suas histórias, assim como as milhares de crianças que eram amigas dele e não concordam com isso. Pedófilos não tem controle, então se lhe fosse dada a oportunidade, ele faria o mesmo comigo que fez com os outros”. 

Corey afirma que a motivação das supostas vítimas, Wade Robson e James Safechuck é apenas o dinheiro e finaliza seu desabafo: “Minhas memórias com MJ são ótimas, apenas uma vez que brigamos porque ele achou que iria traí-lo. Eu nunca fiz. Nunca faria. Eu rezo que esses rapazes possam dormir com a consciência tranquila. Deixe que Deus seja o juiz”. 

O documentário conta a seguinte história: “No auge de seu estrelato, Michael Jackson começou relacionamentos duradouros com dois garotos de 7 e 10 anos e suas famílias. Agora com 30 anos, eles contam a história de como foram abusados ​​sexualmente por Jackson e como chegaram a um acordo para ficarem calados anos depois.”

Ações judiciais movidas por Robson e Safechuck contra Jackson foram rejeitadas por um juiz em Los Angeles em 2017.

Leaving Neverland será exibido em duas partes na HBO, nos dias 3 e 4 de março.

Confira, abaixo!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio