Atenção! Contém spoilers de Operação Fronteira.

Operação Fronteira 2 | Como seria uma continuação

Em Operação Fronteira, Ben Affleck interpreta um ex-militar alcoólatra, que junta um grupo de mercenários para assaltar um cartel na Colômbia.


Durante o filme, o grupo penetra na selva colombiana para alcançar o objetivo. No entanto, o personagem de Affleck, Redfly, acaba matando um grupo de camponeses inocentes que tentavam defender um campo de cultivo.

E como toda ação tem consequências, Redfly acaba sendo morto pelo filho de um dos camponeses, em uma cena chocante que surpreendeu o público.

Em entrevista ao site Digital Spy, o diretor JC Chandor revelou que foi o próprio Ben Affleck que sugeriu a morte do personagem, durante a primeira reunião com o cineasta.

“Quando eu li o roteiro pela primeira vez, um personagem secundário era morto. Nem lembro quem era. O Ben Affleck sugeriu a morte do seu personagem durante uma das nossas primeiras reuniões, e eu aceitei na hora. Eu achei muito interessante o personagem que não devia morrer, morrer dessa maneira. Mesmo ele sendo o líder do grupo, ele deveria calcular melhor suas ações. Eu queria que ele pagasse um preço pelo que fez. Acho que isso destaca o risco na vida das pessoas. Ele foca na questão da mortalidade, o que eu acho muito interessante”, afirmou Chandor.

Operação Fronteira conta a história de um grupo de ex-militares que querem assaltar o cartel mais perigoso do mundo para benefício próprio. O objetivo é levar para casa a quantia de US$ 75 milhões.

Além de Ben Affleck e Oscar Isaac, o elenco ainda conta com Charlie Hunnam, Garrett Hedlund e Pedro Pascal. A direção é de J.C. Chandor (O Ano Mais Violento).

Operação Fronteira está disponível na Netflix.