Academia do Oscar decide não banir filmes da Netflix

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Steven Spielberg saiu derrotado do encontro anual da comissão da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Os 54 membros do conselho decidiram não aceitar a mudança que praticamente baniria filmes da Netflix e de outras plataformas de streaming do Oscar.

No encontro, a Regra 2 do Oscar entrou em votação. Os membros poderiam mudá-la ou apenas optar pela manutenção dela, o que aconteceu.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A regra trata da elegibilidade dos filmes e afirma que as produções precisam ser exibidas por apenas uma semana em algum cinema de Los Angeles para poderem concorrer ao prêmio. Após o sucesso de Roma (da Netflix), que ganhou três estatuetas em 2019, alguns cineastas queriam deixar a regra mais difícil para plataformas de streaming.

“Nós apoiamos a experiência no cinema como integral na arte dos filmes e isso pesou em nossa discussão. Nossas regras atualmente pedem a exibição nos cinemas e também permitem uma ampla seleção de filmes. Nós pretendemos estudar as mudanças que estão acontecendo na nossa indústria e continuar a discussão com os nossos membros”, declarou o presidente da Academia, John Bailey.

O Oscar 2020 acontece no dia 9 de fevereiro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio