Candidato à presidência dos EUA quer que Disney aumente salários com lucro de Vingadores: Ultimato

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Disney enfrenta uma polêmica nos Estados Unidos. Executivos da empresa ganhariam salários astronômicos, enquanto funcionários contam com um pagamento comum. 

No Twitter, o candidato à presidência dos EUA, Bernie Sanders, colocou Vingadores: Ultimato dentro da polêmica. O político quer que a Disney use o lucro do filme com os trabalhadores. 

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“O que seria realmente heroico seria a Disney usar os lucros de Vingadores para pagar aos funcionários um salário de classe média, ao invés de pagar US$ 65,6 milhões ao CEO Bob Iger – 1,4 mil vezes a mais que a média salarial dos funcionários”, publicou Sanders. 

O político não foi o único a criticar a postura da empresa. Abigail Disney, sobrinha de Walt Disney, também protestou para que os funcionários tenham um aumento salarial.

O elenco confirmado de Vingadores: Ultimato inclui Robert Downey Jr, Chris Evans, Chris Hemsworth, Scarlett Johansson, Jeremy Renner, Mark Ruffalo, Paul Rudd, Don Cheadle, Tessa Thompson, Bradley Cooper, Brie Larson, Karen Gillan, Josh Brolin, Gwyneth Paltrow, Jon Favreau e Tessa Thompson.

Anthony e Joe Russo (Vingadores: Guerra Infinita) retornam para a direção.

Vingadores: Ultimato está em exibição nos cinemas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio