Compositor do Rei Leão original estava hesitante em retornar para o remake

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Rei Leão original rendeu a Hans Zimmer seu Oscar de Melhor Trilha Sonora. Agora, quinze anos depois o compositor retorna ao remake dirigido por Jon Favreau e revela ter ficado receoso em trabalhar no filme.

“Eu trabalhei duro para não arruinar as coisas através de melhorias”, disse Zimmer à EW.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O músico revelou que foi durante a apresentação ao vivo da trilha de Rei Leão ao longo dos últimos três anos que ele percebeu seu papel nesse remake.

“Temos tocado essas mesmas notas, mas de forma diferente, colocando toda nossa emoção, nossa humanidade nelas – não estávamos tocando um filme. Então eu percebi que meu lugar nessa nova versão era: tentar um grande experimento e usar minha banda e orquestra, voltar para a Africa, trabalhar com Lebo e o coral e músicos extraordinários de todo o mundo e realmente fazer disso uma performance”, disse Zimmer.

“O que eu posso fazer é acrescentar essa energia, essa paixão e trazer nostalgia, tudo sem mudar muito as notas. Estou sendo sincero acerca das ambições que não consegui alcançar da última vez”, continuou o compositor.

Na trama da nova versão de O Rei Leão, Donald Glover dará voz ao Simba adulto. O ator e músico co-protagoniza ao lado de Beyoncé, que fará Nala.

A superprodução conta ainda com Chiwetel Ejiofor, Alfre Woodard, Keegan Michael-Key, Billy Eichner, Seth Rogen e James Earl Jones.

Jon Favreau (Homem de Ferro, Mogli: O Menino Lobo) dirige a nova versão.

O Rei Leão estreia nos cinemas brasileiros em 18 de julho.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio