Diretor diz que reboot de Brinquedo Assassino é como “ET misturado com drogas”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O diretor Lars Klevberg teve uma visão muito específica quando resolveu apresentar o reboot de Brinquedo Assassino para o estúdio.

“Quando apresentei o filme para o estúdio e os produtores, disse que era como E.T.: O Extraterrestre misturado com drogas”, contou o cineasta à EW. “E eles aceitaram!”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na trama do novo Brinquedo Assassino, um operário de uma fábrica, antes de cometer suicídio, reprograma um boneco eletrônico para “não ter mais limites”, criando assim o icônico brinquedo assassino. Esse boneco acabará se tornando um presente de uma mãe (Aubrey Plaza) para o seu filho (Gabriel Bateman) sem os dois saberem da natureza sombria do brinquedo.

Mark Hamill (Star Wars) fará a voz de Chucky.

Dirigido por Lars Klevberg, o remake de Brinquedo Assassino estreia em 25 de julho nos cinemas brasileiros.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio