Jamie Dornan sabia que os filmes de 50 Tons de Cinza seriam criticados

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Jamie Dornan assumiu os holofotes de Hollywood ao estrelar a trilogia Cinquenta Tons de Cinza. Nascido na Irlanda do Norte, o ator de 36 anos fez algumas revelações sobre seu passado trágico.

Em entrevista para o podcast  Out to Lunch With Jay Rayner, o ator revela que quase recusou o papel na trilogia, pois sabia que os filmes seriam duramente criticados.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“É muito esquisito, sendo sincero. Você é apresentado com essa incrível oportunidade que terá o maior impacto na sua vida e mudará muitas coisas – sinceramente, a maior parte financeiramente, mas também na carreira, porque vai abrir muitas portas. Mas você sabe que será criticado”, explica o ator.

“Você tenta fazer o melhor que pode e aproveitar ao máximo, mas sabíamos que os livros eram adorados por muitos, comprados muitos, mas detestados por muitos… Provavelmente seria o mesmo com os livros”, diz Dornan.

“Há uma grande alegria de fazer parte, e é uma jornada maluca de se assumir, mas também – acima de tudo – é só um trabalho. É um set de filmagem, não é diferente de qualquer outro set. Só temos mais sexo simulado”, diz.

Estrelado por Dornan e Dakota Johnson, Cinquenta Tons de Cinza foi lançado em 2015. As continuações, Cinquenta Tons Mais Escuros e Cinquenta Tons de Liberdade, foram lançados em 2017e 2018.

Recentemente, Dornan teve um papel em Robin Hood: A Origem, e trabalha na continuação de Trolls.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio