Retorno de Palpatine em A Ascensão Skywalker respeita Os Últimos Jedi; entenda

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O retorno do Imperador Palpatine pegou todos de surpresa. Sua risada no primeiro trailer de Star Wars: A Ascensão Skywalker se tornou o tópico mais falado sobre a prévia exibida pela Lucasfilm e não é por acaso. Mas o que isso representa para a franquia e a nova trilogia mais especificamente?

Muitos passaram a considerar que o retorno de Palpatine quer dizer que o Episódio IX irá tentar apagar Os Últimos Jedi, mas a verdade não poderia estar mais distante disso.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Embora “deixe o passado morrer” tenha sido lida como a mensagem do Episódio VIII, essa não é bem a realidade. Essa é a missão de Kylo Ren no filme, matar o passado, mas ele falha nisso, assim como todo o restante dos personagens do filme. A verdadeira mensagem é aprender com o passado, não repetir os mesmos erros, evoluir através dele.

Somente assim seria possível sair do eterno conflito entre o lado Sombrio e o lado da Luz, que basicamente faz a História se repetir. E Palpatine representa justamente o último desafio de escapar disso.

Palpatine representa o Lado Negro melhor que ninguém, sua persona influenciou todos os eventos dos filmes até agora, sendo responsável pela ascensão do Império, cujos remanescentes fundaram a Primeira Ordem.

Em Os Últimos Jedi, Luke chega a citar Palpatine especificamente, sendo a falha da Ordem Jedi em parar o Imperador como uma das razões para ele acreditar que os Jedi devem acabar.

Aliás, Darth Sidious é o único que de fato parece gostar do Lado Negro, enquanto outros personagens são atormentados por ele. Para evoluir através do passado, portanto, é preciso acabar com o vilão de alguma forma.

Star Wars: A Ascensão Skywalker traz veteranos da franquia como Carrie Fisher (que terá imagens de arquivo utilizadas), Mark Hamill, Billy Dee Williams, Anthony Daniels e Ian McDiarmid.

Eles se juntam ao elenco formado por Daisy Ridley, John Boyega, Oscar Isaac, Adam Driver, Kelly Marie Tran, Matt Smith, Naomie Ackie, Dominic Monaghan, Keri Russell e Joonas Suotamo.

J.J. Abrams (Star Wars: O Despertar da Força) retorna para a cadeira de direção. Ele também assina o roteiro, ao lado de Chris Terrio (Liga da Justiça).

Star Wars: A Ascensão Skywalker, estreia nos cinemas brasileiros em 19 de dezembro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio