O primeiro trailer de Sonic: O Filme foi lançado nesta terça-feira (30), e as reações foram bem negativas. Aliás, foi exatamente o oposto de outro personagem dos games ganhando uma versão live-action este ano: Detetive Pikachu.

A adaptação de Pokémon é um dos filmes mais esperados pelo público, e inclusive já garantiu boas reações internacionais. A grande diferença? Basicamente, Pikachu está fofo no filme da Warner Bros, enquanto o Sonic da Paramount Pictures está sendo taxado como sinistro pelos internautas.

As motivações de cada personagem também são refletidas em seus respectivos vídeos. Pikachu está resolvendo um mistério enquanto tenta recuperar sua memória, enquanto o Sonic parece preso em mais uma variação de “salvar o mundo”, movido por sua impressionante velocidade – afinal, temos os produtores de Velozes e Furiosos envolvidos no projeto.


Curiosamente, ambos os filmes trazem algo em comum: Deadpool. Detetive Pikachu conta com o astro Ryan Reynolds dublando o protagonista digital, enquanto Sonic tem o diretor Tim Miller na produção. O Reynoldsverso vai se espalhando para toda parte, aparentemente.

Mas para não dizer que Sonic parece um completo desastre perto da fofura de Detetive Pikachu e seus infinitos Pokémon, o filme da Paramount tem vantagem no elenco. Pokémon tem o razoável Justice Smith como protagonista humano, enquanto Sonic tem o grande Jim Carrey para fazer o vilão Dr. Robotnik. E ele parece realmente interessante.

Porém, é inegável: Sonic não conquistou a internet como Detetive Pikachu.

O elenco de Sonic: O Filme conta com James Marsden como o herói humano da trama, Jim Carrey como o vilão Doutor Robotnik e Ben Schwartz como a voz do ouriço.

A versão com atores do Sonic vai girar em torno do policial de uma cidade pequena, feito por Marsden, que acaba viajando para San Francisco com Sony para deter o vilão Robotnik e recuperar os anéis do ouriço.

Jeff Fowler dirige o filme, que tem produção de Tim Miller (Deadpool).

Sonic: O Filme estreia nos cinemas brasileiros em 23 de janeiro de 2020.