Cuidado! Contém SPOILERS de Brightburn: Filho das Trevas!

Ainda não está confirmado que Brightburn: Filho das Trevas terá uma sequência. Mas, caso aconteça, deve envolver a construção de um universo distópico, inspirado pelos personagens da DC.

O terror é claramente inspirado na história do Superman. Mas, com uma mudança. O superpoderoso não se torna um herói e sim um vilão, que sente sede por destruir as pessoas.


Assim como outros filmes de heróis, Brightburn conta com cena pós-créditos. Nela, há a indicação de que o universo do filme tem uma Liga da Justiça maligna.

Na cena, um apresentador chamado The Big T (Michael Rooker) decide alertar a população sobre três assassinos. Um é Brightburn, o outro é “um meio-humano, meio criatura marinha” no oceano e a terceira é uma mulher que comete crimes com um laço.

As descrições indicam que versões malignas do Aquaman e da Mulher-Maravilha também existem. Vale lembrar que apesar de lembrarem dos personagens citados, Brightburn não usa diretamente as referências, que aparecem mais como inspirações – ainda mais que o longa não é da DC.

Brightburn traz Elizabeth Banks no papel principal, e gira em torno de um garoto alienígena que cai na Terra e descobre ter super-poderes, mas acaba se tornando um perigoso vilão.

Brightburn: Filho das Trevas está em exibição nos cinemas.