Geralmente não vemos muitas mulheres assumindo o cargo de compositoras em Hollywood, e Pinar Toprak está em um nicho ainda mais raro, que é o de uma mulher compondo para um filme de super-heróis.

Nada mais apropriado para Capitã Marvel, o primeiro filme solo protagonizado por uma heroína do estúdio, e Toprak comentou sobre sua abordagem em entrevista para o ComicBook.

“Tinha algumas coisas que eu queria realizar. Eu não tinha certeza se iria conseguir, mas a primeira coisa que eu queria era algo memorável e ‘cantável’. Eu queria que as pessoas fossem capaz de cantarolar o tema. E eu queria que as primeiras duas notas fossem memoráveis, porque muitas vezes nesses filmes acontece muita coisa. E elas acontecem muito rápido. Então eu queria garantir que as primeiras duas notas pudessem identificar os intervalos de Carol, e isso era importante para mim”, explica a compositora.


Capitã Marvel foi lançado nos cinemas em março, e a heroína de Brie Larson está presente também em Vingadores: Ultimato, atualmente em exibição.