Filmes de O Senhor dos Anéis voltam ao catálogo da Netflix

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Dois filmes da trilogia O Senhor dos Anéis voltarão ao catálogo da Netflix em junho. O serviço de streaming anunciou a novidade nesta quarta-feira (22), junto com seu calendário de lançamentos do próximo mês.

O Senhor dos Anéis – A Sociedade do Anel e O Senhor dos Anéis – O Retorno do Rei serão disponibilizados novamente no dia 1º de junho.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Do idílico condado dos Hobbits aos precipícios de Mordor, Frodo segue uma jornada épica para destruir o anel de Sauron em A Sociedade do Anel.

Por sua vez, em O Retorno do Rei, que marca o fim da trilogia, o herdeiro dos antigos reis, Aragorn une forças com Gandalf e os outros membros da sociedade desfeita para salvar Gondor.

Série de TV

O Senhor dos Anéis vai ganhar em breve uma versão para a TV. A série está a cargo da Amazon e será comandada por Bryan Cogman, um dos principais nomes por trás de Game of Thrones.

Até o momento, a plataforma de streaming da Amazon, que produz a série, não divulgou oficialmente qual será o tema da série de O Senhor dos Anéis.

Executivos do estúdio afirmam que a primeira temporada deve ser lançada apenas em 2021.

Filme sobre o criador de O Senhor dos Anéis

Além da série, a franquia também ganhou um filme sobre o seu criador, J.R.R. Tolkien.

Intitulada Tolkien, a cinebiografia estreia nesta quinta-feira (23) nos cinemas brasileiros.

Nascido em 1892 e veterano da Primeira Guerra Mundial, Tolkien publicou seu primeiro livro passado na Terra Média, O Hobbit, depois de ter passado dos 40 anos. O autor foi um estudioso da linguística e da teologia, e faleceu em 1973, aos 81 anos.

Os parentes de J.R.R. Tolkien afirmaram, no entanto, que não aprovam o filme, estrelado por Nicholas Hoult (franquia X-Men).

Os familiares quiseram “deixar claro que não aprovam e não autorizaram a participação” no filme. A trama conta histórias da juventude do escritor, que teriam inspirado na criação de O Senhor dos Anéis.

“Eles não endossam o longa ou qualquer conteúdo dele”, reafirma um comunicado oficial.

Os familiares também revelaram que não pretendem assistir a cinebiografia.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio