Se existe alguém acostumado com críticas dos fãs, esse alguém é George Lucas. O diretor e criador da franquia Star Wars já teve de lidar com críticas das mais variadas e uma das mais constantes envolve Jar Jar Binks, de A Ameaça Fantasma.

Agora, em entrevista ao StarWars.com, o diretor comparou a recepção de Jar Jar com as críticas iniciais ao C-3PO, que acabou se tornando um dos mais queridos personagens da saga.

“A coisa que principal com que eles se irritaram foi Jar Jar”, disse Lucas. “Mas eles se irritaram com Jar Jar porque ele estava lá para as crianças. Quando eu fiz Uma Nova Esperança, todos se sentiram da mesma forma em relação o C-3PO. Eles o odiaram”.


“Eles pensavam que ele era infantil demais e que as piadas eram ruins. Eles disseram a mesma coisa. É que a onda inicial de Star Wars meio que soterrou as críticas ao C-3PO. Até brincamos com isso em Império, fazendo piadas com ele, reconhecendo que ele era chato. Então, no terceiro filme, fizemos o mesmo com os Ewoks. As pessoas ficaram ensandecidas. Eles disseram que era horrível, que arruinou o filme, como você pode assistir isso, esse tipo de coisa”, continuou Lucas.

No fim, todos passaram a amar C-3PO. Já os ewoks e Jar Jar continuam odiados.

Vamos ver se Star Wars: A Ascensão Skywalker, que estreia em 19 de dezembro de 2019, vai trazer alguma criatura insuportável.