O documentário da HBO,  Deixando Neverland, que explora os supostos casos de abuso e pedofilia cometidos por Michael Jackson, foi processado pelo Michael Jackson Estate, que cuida da propriedade do falecido cantor.

The Michael Jackson Estate processou a HBO pouco após o lançamento do documentário, em 3 de março de 2019, alegando que o filme prejudicou a imagem de Jackson. A informação é do THR.

Desde então, a Michael Jackson Estate pediu para que o caso fosse levado para o tribunal fechado, alegando que o documentário quebrou uma cláusula de um contrato de 27 anos atrás, que garantiu os direitos de exibição de um concerto televisivo de Michael Jackson.


O juiz federal responsável pelo caso acabou definindo que o caso deve permanecer em tribunal aberto, constituindo uma grande vitória para a HBO, cuja defesa é baseada no direito à liberdade de expressão.

Deixando Neverland está disponível na HBO Go.