Marvel planeja 5 anos de filmes após Vingadores: Ultimato

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O presidente da Marvel Studios, Kevin Feige, tirou a noite desta quarta-feira (15) para responder a perguntas dos fãs no fórum Reddit.

Ao ser questionado sobre planos futuros da Marvel nos cinemas, Feige disse que “geralmente trabalhamos com um plano específico de 5 anos em qualquer ponto, mas que geralmente temos um plano geral que se estende por muito, muito mais tempo”, revela.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Vingadores: Ultimato é o mais recente filme da editora. Homem-Aranha: Longe de Casa será seu sucessor nos cinemas e encerrará a Fase 3 da Marvel, que ainda não anunciou seus planos para a Fase 4.

Kevin Feige

“Ultimato é o ponto alto da minha carreira”

Sem grandes surpresas, Kevin Feige revelou nesta sessão de perguntas e respostas que uma cena de Vingadores: Ultimato é a grande culminação de sua carreira no MCU.

“Toda a culminação da minha carreira no MCU está naquela cena de ‘à sua esquerda’ em Ultimato.

A cena, claro, refere-se ao incrível momento em que todos os super-heróis do Universo Marvel se reúnem para a batalha final contra Thanos.

O estalo de Hulk

Um dos usuários do Reddit questionou o presidente da Marvel em relação a um furo de roteiro de Vingadores: Ultimato.

Ele foi perguntado se as pessoas que voltaram à existência após o estalo de Hulk chegaram em segurança – com o usuário dando o exemplo de alguém retornar em queda livre, por ter sido desintegrado em um avião.

“Nós chamamos essa versão de Hulk Inteligente, então sim”, assegurou Feige sobre a segurança de todos os retornados.

Ideias de Mark Ruffalo foram usadas em Ultimato

Por falar em Hulk, Feige também falou sobre sua relação de trabalho com Mark Ruffalo, o intérprete do gigante esmeralda.

O produtor revelou que o ator trouxe diversas ideias próprias para a construção do personagem em Vingadores: Ultimato.

“Há muitos anos, o Mark veio para uma reunião conosco na Marvel Studios para discutir formas como o Hulk poderia crescer e evoluir nos próximos filmes. Ele jogou muitas ideias legais, e algumas vocês viram em Thor: Ragnarok, Guerra Infinita e Ultimato. Outras ainda podem ser legais de ser mostradas um dia”, escreveu Feige.

Robert Downey Jr quase não foi o Homem de Ferro

Outra curiosidade revelada nesta sessão de perguntas e respostas diz respeito às grandes lutas enfrentadas por Kevin Feige na Marvel.

Quando perguntado sobre qual foi o ator que mais teve dificuldade em convencer executivos, a resposta não poderia ser outra: Robert Downey Jr. como o Homem de Ferro, em 2008.

Claro, hoje o intérprete de Tony Stark é um dos maiores astros do planeta, mas a situação era outra há dez anos atrás. Robert Downey Jr. foi uma das celebridades-problema de Hollywood, se envolvendo com drogas, prisão e passagens por reabilitação.

Depois de obras como Zodíaco e Beijos & Tiros, o ator voltou ao estrelato com o primeiro Homem de Ferro, e o resto é história.

Outra revelação que Feige fez foi a da dificuldade de convencer o estúdio a fazer Capitão América: O Primeiro Vingador como um filme ambientado na Segunda Guerra Mundial.

Agora com cena pós-créditos, Vingadores: Ultimato está em exibição nos cinemas.

No Brasil, já faturou R$ 16 milhões e se tornou o segundo filme mais visto de todos os tempos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio