The Wandering Earth, que tem o título nacional de Terra à Deriva, foi lançado pela Netflix no início dessa semana. O que chama atenção é a estratégia da plataforma de streaming de lançar o filme de surpresa.

Terra à Deriva é uma das maiores bilheterias da história da China. Lançado em fevereiro, já conta com arrecadação de mais de US$ 700 milhões. É um dos maiores lançamentos do ano, sem ter chegado aos cinemas da América e da Europa.

Outra curiosidade é que a arrecadação do longa é superior a filmes como Vingadores: Guerra Infinita (US$ 658 milhões), Capitã Marvel (US$ 421 milhões) e Mulher-Maravilha (US$ 412 milhões) – levando em conta os números desse trio nos EUA.


O filme com orçamento de US$ 48 milhões é dirigido por Frant Gwo. Terra à Deriva virou um grande filme para fãs de ficção científica na Ásia.

Na trama, o Sol está próximo de uma explosão iminente, o que leva os humanos presos na Terra a tentar impulsionar o planeta para fora do sistema solar, na tentativa de encontrar um novo lugar para morar nas profundezas do espaço. A história se passa no ano de 2500.

Neste futuro distante, a China desempenha um papel de liderança fundamental nos assuntos mundiais e ajuda a conduzir esta missão de sobrevivência.

O grande astro de ação chinês, Wu Jing, é o protagonista de Terra à Deriva.

A ficção científica está disponível na Netflix.