Lançado em 2015, o reboot do Quarteto Fantástico de Josh Trank é um dos filmes de super-heróis mais criticados de todos os tempos – um verdadeiro fracasso para a Fox.

Porém, o resultado poderia ter sido diferente. Em entrevista para o podcast Fatman Beyond, de Kevin Smith, o roteirista Zack Stentz (X-Men: Primeira Classe) revela que escreveu uma versão descartada para o roteiro do filme – e que parecia muito melhor do que o resultado final.

Josh Trank, que acabou fazendo o Quarteto Fantástico que vimos nos cinemas, estávamos escrevendo o roteiro pra ele, mas ninguém o avisou disso. Então, quando ele entrou oficialmente, ele falou, ‘Porque vocês estão impondo outros roteiristas em mim? Eu quero usar o meu roteirista. Eu quero o meu próprio roteiro’. E ele fez a versão dele”, revela Stentz.


“Foi um dos golpes de martelo nas nossas carreiras na época, mesmo que tenhamos sido pagos, porque eu tinha muito orgulho daquele roteiro. Era como o Quarteto Fantástico quase foi o Quinteto Fantástico, exceto que um jovem chamado Victor Von Doom era muito problemático e perturbado para fazer parte dele. É um roteiro do qual eu tinha muito orgulho. Josh Trank não quis fazer”, diz o roteirista.

O Quarteto Fantástico de Josh Trank foi lançado nos cinemas em 2015, e trouxe Miles Teller, Kate Mara, Michael B. Jordan e Jamie Bell como a formação dos heróis.

A Marvel ainda não anunciou um novo filme do Quarteto Fantástico.