Uma década e um ano se passarem desde o primeiro filme no qual Robert Downey Jr. interpretou o Homem de Ferro. Agora, o ator reflete sobre esse período em entrevista especial.

Na entrevista, o ator comparou a experiência de interpretar o herói por tanto tempo com as de Charlie Chaplin.

“Eu posso fazer algumas comparações. Não quero me comparar com Charlie Chaplin, mas as pessoas queriam vê-lo interpretar o vagabundo. Ele fez Monsieur Verdoux e Limelight, e teve grandes empreendimentos interpretando seu personagem mais queridos. Mas no finam das contas, no último ato de sua vida, ele encontrou alegria e aceitação no fato de ser sido sortudo o suficiente para interpretar e de alguma forma criar esse personagem”, afirmou o ator.


Robert Downey Jr. também agradeceu a oportunidade de trabalhar com profissionais como Jon Favreau e Gwyneth Paltrow.

“O Tony já estava lá no começo, para que eu pudesse interpretá-lo. Mas você não consegue mais pensar em nós dois separadamente. O primeiro filme foi extremamente importante para isso tudo. Não só porque eu fui incrível, mas porque todo mundo fez seu trabalho muito bem. Jon Favreau, Gwyneth Paltrow e todos os outros. É como ter um ótimo time de futebol, um grupo de pessoas maravilhosas”, relatou o ator.

Robert Downey Jr. retorna como Tony Stark em Vingadores: Ultimato.

O elenco confirmado de Vingadores: Ultimato inclui Robert Downey Jr, Chris Evans, Chris Hemsworth, Scarlett Johansson, Jeremy Renner, Mark Ruffalo, Paul Rudd, Don Cheadle, Tessa Thompson, Bradley Cooper, Brie Larson, Karen Gillan, Josh Brolin, Gwyneth Paltrow, Jon Favreau e Tessa Thompson.

Anthony e Joe Russo (Vingadores: Guerra Infinita) retornam para a direção.

Vingadores: Ultimato está em exibição nos cinemas.