A Warner Bros nem esperava que Invocação do Mal fosse se tornar uma das franquias de terror mais bem sucedidas de todos os tempos, e o sucesso não deve parar tão cedo.

Com o lançamento de Annabelle 3: De Volta para Casa, o roteirista e diretor Gary Dauberman falou ao site da Entertainment Weekly sobre a possibilidade de novos derivados a partir de criaturas do novo filme da boneca.

“Há alguns artefatos pelos quais eu me apaixonei, e que eu adoraria investigar além do que apresentamos aqui, e contar sua origem. Mas eu não olhei pra esse processo, e o James Wan também não, pensando em ‘O que podemos fazer para derivados de outros filmes?’ É sobre o que funciona no filme, e o que as pessoas gostam”, explica Dauberman.


“Quando o James fez a Freira em Invocação do Mal 2, não foi pensando que aquilo seria um bom derivado. Mas o público respondeu muito bem a ela, e por um bom motivo, já que ela é assustadora, então pensamos, ‘Ok, isso parece um filme’. Mas sempre foi um processo bem orgânico, e que eu respeitei bem”, diz o diretor.

“Determinados a manter Annabelle sem poder para causar mais destruição, os demonologistas Ed e Lorraine Warren trancam a boneca em casa, colocando-a de maneira segura atrás de um vidro sagrado e chamando um padre para uma bênção no local. Mas uma noite de horrores malignos está prestes a acontecer quando Annabelle acorda os espíritos maléficos do quarto, e todos eles vão atrás de um novo alvo: Judy, a filha de 10 anos dos Warren, e suas amigas”, diz a sinopse.

O elenco do novo spin-off traz Patrick Wilson, Vera Farmiga, McKenna Grace, Katie Sarife e Madison Iseman. Grace interpreta a personagem principal do filme.

James Wan retorna para produzir, enquanto o roteirista Gary Dauberman (A Freira) fará sua estreia na direção do filme, que promete fazer a boneca libertar todos os objetos demoníacos da casa do casal Warren, colocando sua filha pequena (McKenna Grace) em risco.

Annabelle 3: De Volta para a Casa estreia em 27 de junho nos cinemas brasileiros.