Chefe da Marvel sobre personagem gay de Vingadores Ultimato: “Não era pra ser grande coisa”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Vingadores: Ultimato quebrou vários paradigmas, mas um deles acabou sendo bem polêmico para uma pequena parcela de fãs. O filme foi o primeiro do MCU a incluir um personagem abertamente gay.

Interpretado pelo diretor Joe Russo, o personagem – sem nome – aparece em uma reunião de autoajuda liderada por Steve Rogers.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista ao Mashable, Kevin Feige, o Chefe do Marvel Studios, disse que o objetivo da cena não era causar tanto alarde e que a inclusão de um personagem LGBT no MCU é algo natural.

“A cena foi apenas um pequeno passo para dizer que não precisamos transformar isso em uma grande coisa. Temos Steve Rogers, esse herói nobre, que nem se importa com este fato e está apenas lidando com esse homem de luto em um grupo de apoio”, disse Feige.

Vingadores: Ultimato segue em exibição nos cinemas. O longa também está ganhando um relançamento com cenas inéditas, mas ainda não tem data de estreia para o Brasil.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio