Explicamos o final de X-Men: Fênix Negra

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

X-Men: Fênix Negra está em cartaz nos cinemas, e traz um desfecho não muito satisfatório para a franquia mutante da Fox.

Representando a segunda adaptação da Saga da Fênix Negra nos cinemas, o filme de Simon Kinberg faz algumas alterações na história, mas nada muito ousado – mantendo a segurança.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No clímax refilmado, vemos o confronto entre os X-Men e a raça alienígena liderada por Vuk, que disputam o poder de Jean Grey. Após uma conversa telepática com Xavier, Jean percebe que ela precisa abraçar o poder destrutivo da Fênix para deter Vuk e os alienígenas, que visavam usar a força cósmica para dominar o planeta.

Jean enfrenta Vuk e usa a força Fênix para destruir todos os alienígenas, mas no confronto com a vilã de Jessica Chastain, dá sua vida pela dos humanos. É a morte de Jean Grey.

No epílogo, Hank McCoy assume a direção da Escola de Mutantes, rebatizada para Escola Jean Grey. Já Charles Xavier se reencontra com o velho amigo Magneto, que o leva para viver em Genosha.

X-Men: Fênix Negra gira em torno de um dos personagens mais amados dos X-Men, Jean Grey, enquanto ela evolui para a icônica Fênix Negra. Durante uma missão de resgate no espaço com risco de vida, Jean é atingida por uma força cósmica que a transforma em um dos mais poderosos mutantes. Lutando com esse poder cada vez mais instável, e também com seus próprios demônios, Jean fica fora de controle, dividindo a família X-Men e ameaçando destruir a própria estrutura do nosso planeta.

O elenco de X-Men: Fênix Negra conta com os retornos de Sophie Turner, James McAvoy, Michael Fassbender, Jennifer Lawrence, Nicholas Hoult, Alexandra Shipp, Tye Sheridan, Evan Peters e Kodi Smit-McPhee. Jessica Chastain vive a vilã do filme.

X-Men: Fênix Negra está em exibição nos cinemas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio