Vingadores: Ultimato foi divulgado como a conclusão de uma história de 11 anos. Essa trama ganhou o título de Saga do Infinito.

Porém, ao que é indicado, Vingadores: Ultimato pode ser chamado de capítulo crucial dessa saga. Kevin Feige, o presidente dos estúdios da Marvel, afirmou que Homem-Aranha: Longe de Casa é a conclusão dessa história, bem como da Fase 3 do MCU (sigla em inglês para Universo Cinematográfico da Marvel).

“Nós trabalhamos por muitos anos em Vingadores: Guerra Infinita, Vingadores: Ultimato e Homem-Aranha: Longe de Casa. Esses são os filmes que concluem a Saga do Infinito. Enquanto trabalhávamos em Ultimato, percebemos que o verdadeiro encerramento tinha que ser em Homem-Aranha porque – spoiler – nós perdemos Tony Stark em Ultimato”, explicou Feige ao ComicBook.


O presidente da Marvel ainda explicou o motivo de um filme do Peter Parker ficar com essa responsabilidade.

“A relação entre Peter Parker e Tony Stark foi tão especial durante os cinco filmes em que Tom Holland foi o Homem-Aranha, que nós precisávamos ver para onde a jornada dele vai, como ele sai das sombras de Tony e se torna o verdadeiro herói que ele sempre quis ser. É por isso que Vingadores: Ultimato e Homem-Aranha: Longe de Casa são pedaços da mesma história”, explicou o presidente da Marvel.

Vingadores: Ultimato está em exibição nos cinemas. Homem-Aranha: Longe de Casa chega em 4 de julho.