O presidente da Marvel e produtor de Homem-Aranha: Longe de Casa, Kevin Feige, diz que a escolha de Mystério como vilão impediu que a sequência parecesse “uma droga” em comparação com a animação Homem-Aranha no Aranhaverso.

“Amei Homem-Aranha no Aranhaverso e achei ótimo. Não estava nervoso, mas fiquei contente por termos escolhido Mystério como o vilão a ser usado”, comentou ao BET.

“Queríamos um vilão que não tivesse aparecido antes. Mystério estava no topo da lista. Nos questionaram por seus poderes serem ilusões e coisas assim, mas achamos que justamente isso seria divertido.”


“Vi Homem-Aranha no Aranhaverso e fiquei contente por termos feito algo ousado e complexo. Se tivéssemos apenas um vilão do Homem-Aranha perseguindo-o pelos prédios e tentando acertá-lo com uma explosão, teria parecido uma droga em comparação com Homem-Aranha no Aranhaverso.”

Homem-Aranha: Longe de Casa estreia em 4 de julho.