O cronograma de Star Wars: A Ascensão Skywalker foi mais apertado do que a experiência anterior do diretor na saga, com O Despertar da Força. Isso requereu medidas inéditas para Abrams.

Em entrevista para o Express, a montadora Maryann Brandon revelou que estava trabalhando na montagem e edição do filme no meio do set, algo que Abrams geralmente não costuma fazer.

“Quando fizemos O Despertar da Força, começamos em maio e terminamos as filmagens em outubro, com a estreia só no Natal do ano seguinte. Para esse filme, começamos apenas em agosto, então não terminamos de gravar até fevereiro – então temos quatro meses a menos de tempo, e é um filme grande. Então eu convenci o J.J. a me deixar cortar no meio do set. Ele ficou tipo, ‘Não, nós não fazemos isso'”, diz Brandon.


“Eu tinha o diretor de fotografia ali para fazer perguntas. Se eu precisasse de uma tomada, ou se o J.J. decidisse que precisava de outra tomada, nós prepararíamos um canto e gravávamos uma tomada em tela de verde algo. Conhecer o elenco e deixá-los à vontade comigo foi uma ótima forma de entender o que eles estavam passando”, revela a montadora.

Star Wars: A Ascensão Skywalker traz veteranos da franquia como Carrie Fisher (que terá imagens de arquivo utilizadas), Mark Hamill, Billy Dee Williams e Anthony Daniels.

Eles se juntam ao elenco formado por Daisy Ridley, John Boyega, Oscar Isaac, Adam Driver, Kelly Marie Tran, Naomie Ackie, Dominic Monaghan, Keri Russell e Joonas Suotamo.

Star Wars: A Ascensão Skywalker, estreia nos cinemas brasileiros em 19 de dezembro.