Com o fim de Vingadores: Ultimato, a paz mundial foi restaurada, assim como muitas famílias. Mas, o processo fragilizou os heróis e tirou a vida de personagens importantes do MCU (sigla em inglês para Universo Cinematográfico da Marvel).

É a partir desse cenário que o ComicBook formulou uma teoria que pede o Esquadrão Supremo nos filmes da editora. O clássico grupo, que por vezes é chamado de Liga da Justiça da Marvel, nunca teve uma adaptação, nem para TV.

“Como um dos maiores sucessos da Marvel, o Esquadrão Supremo não é facilmente reconhecido pelo público. Isso permite uma certa liberdade para a editora contar a história do grupo. Não apenas isso, eles poderão desenvolver os personagens sem causar confusão ou irritação”, argumenta o site.


Para a teoria, o time chegaria para um público mais adulto. Além disso, seriam os heróis regularizados pelo governo, fazendo um contraponto com a discussão que existe entre os Vingadores.

Essa equipe é formado por Hipérion, Princesa do Poder, Anfíbia, Blur, Shape, Doutor Espectro, Nuke e Inércia. Para o site, cinco ou seis desses personagens deveriam ser escolhidos para os cinemas.

Em termos de história, a introdução de mais um grupo pode ser difícil. Além dos Vingadores, a Marvel já tem os Guardiões da Galáxia e ainda trará Os Eternos para o MCU, em filme que está em desenvolvimento.