Os Celestiais são, possivelmente, os seres mais poderosos do universo Marvel. As entidades, porém, ainda não aparecem com destaque no MCU (sigla em inglês para Universo Cinematográfico da Marvel) – com exceção de Ego, em Guardiões da Galáxia 2.

Fãs, sempre atentos, tentam buscar ligações desses seres com os filmes da Marvel que foram exibidos. A mais recente teoria afirma que a espada de Thanos em Vingadores: Ultimato foi criada pelos Celestiais.

A teoria compartilhada pelo Screen Rant afirma que a espada é visivelmente um item diferenciado. Ela parou o ataque dos Vingadores e até ajudou o Titã Louco com os poderosos raios de Thor.


A espada é tão poderosa quanto os itens feitos em Nidavellir. É lá o local da origem do Mjolnir e do Rompe-Tormentas, ambas armas de Thor. No entanto, o item não foi forjado no lendário planeta.

Por isso, o Screen Rant chega a conclusão de que a espada só pode ter sido criada pelos Celestiais, sendo entregue diretamente ao vilão. O principal argumento é que a origem de Thanos é mantida fiel aos quadrinhos.

O vilão é de um planeta chamado Titã, habitado por uma raça conhecida como Eternos (que terão um filme feito pela Marvel). Esses seres, que são poderosos por natureza, foram criados pelos Celestiais. Além disso, contam com uma tecnologia que está milhões de anos a frente do que é visto na Terra.

A teoria ainda vai um pouco mais longe. A obsessão de Thanos pelas Joias do Infinito pode ter como busca a herança dos Celestiais, que teriam criado os itens e ainda os usavam para julgar os planetas. Basicamente como o Titã Louco fez.

Como se sabe, no MCU, os Celestiais estão desacordados. Em Guardiões da Galáxia 2 foi revelado que os seres tinham a capacidade de manipular a energia em níveis moleculares, podendo criar o que eles quisessem. O único contato dos heróis com essas entidades foi Ego, o último Celestial a caminhar pelo universo, ao menos recentemente.

Por isso, o Screen Rant afirma que Thanos não queria apenas condenar a Terra. O Titã Louco poderia ter a busca de encontrar mais artefatos dos seus criadores e mestres, como a espada. Ele, possivelmente, seria o único personagem a conseguir usar esses itens.

O detalhe é que a arma não está em Vingadores: Guerra Infinita. Nesse caso, a Marvel explica que foi uma decisão sobre a construção do personagem.

No filme, Thanos já tem quase todas Joias do Infinito e não precisa mais da armadura. Nesse ponto, o Titã Louco é mais filósofo do que guerreiro. Enquanto em Vingadores: Ultimato, vale lembrar, é a versão de 2014 do vilão que está viajando para o futuro enfrentar os heróis.

Vingadores: Ultimato está em cartaz nos cinemas.