Criminosa dizia ser executiva da Marvel e prometia papéis no MCU para vítimas

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O FBI está investigando uma criminosa que se passava por Victoria Alonso, vice-presidente dos estúdios da Marvel. A profissional é parte importante do MCU (sigla em inglês para Universo Cinematográfico da Marvel) desde 2008, quando a franquia começou com Homem de Ferro.

Com esse status em Hollywood, Alonso tornou-se alvo da criminosa, que ainda tem identidade investigada pela polícia norte-americana. A própria executiva da Marvel descobriu o que estava acontecendo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De acordo com o The Hollywood Reporter, um artista, que não teve o nome revelado, procurou Alonso. O famoso queria conversar sobre uma proposta para substituir Jeremy Renner como o Gavião Arqueiro do MCU.

“As pessoas precisam entender que não é o que eu faço ou o que a Marvel faz. É algo horrível, horrível. Eu tenho uma carreira de 30 anos que é intocável. Alguém dizer que fiz essas coisas, me fez passar noites sem dormir. Essa pessoa está caçando pelos sonhos dos outros. Se algo acontecer com você, denuncie. Vá embora”, pediu a executiva da Marvel.

A mesma criminosa estaria se passando por grandes nomes de Hollywood desde 2013. Kathleen Kennedy, presidente da Lucasfilm, também teria sido um alvo.

O FBI afirma que a suspeita visa explorar as vítimas, de forma que envolva dinheiro ou até mesmo sexualmente. A justiça norte-americana não concedeu mais detalhes sobre o caso.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio