Homem-Aranha: Longe de Casa mostra que MCU não precisa de Guerras Secretas

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Cuidado! Contém GRANDES SPOILERS de Homem-Aranha: Longe de Casa!

Homem-Aranha: Longe de Casa surpreendeu os fãs do início ao fim. Uma dessas revelações, porém, coloca em dúvida se o MCU (sigla em inglês para Universo Cinematográfico da Marvel) precisa do evento Guerras Secretas. É isso que afirma uma teoria do site Comic Book.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No final do longa, fãs descobrem que Nick Fury (Samuel L. Jackson) e Maria Hill (Cobie Smulders) estão sendo representados por Talos (Ben Mendelsohn) e sua esposa, dois skrulls. Essa é, inclusive, uma grande conexão com Capitã Marvel.

A decisão da Marvel de usar skrulls apenas dois filmes depois da introdução deles é algo que pode colocar em dúvida uma saga de Guerras Secretas. O Comic Book afirma que a raça de aliens pode ser responsável por recontar a origem de alguns personagens, caso se torne necessário, tirando um dos pontos que poderiam ser vistos no grande evento.

Mesmo assim, Guerras Secretas é um acontecimento ambicioso. Nas HQs, uma entidade chamada Beyonder transporta os seres mais poderosos da Terra para um planeta distante e os divide em dois times. O ser oferece que qualquer desejo seja realizado para o lado vencedor.

Do outro lado, esse uso dos skrulls segue criando um ambiente para história de Invasão Secreta. Nela, os aliens tentam tomar a Terra a partir do momento que começam a assumir formas de pessoas importantes.

Com Tom Holland no papel principal, Homem-Aranha: Longe de Casa está em cartaz nos cinemas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio