Cuidado! Contém GRANDES SPOILERS de Homem-Aranha: Longe de Casa!

Homem-Aranha: Longe de Casa surpreendeu os fãs do início ao fim. Uma dessas revelações, porém, coloca em dúvida se o MCU (sigla em inglês para Universo Cinematográfico da Marvel) precisa do evento Guerras Secretas. É isso que afirma uma teoria do site Comic Book.

No final do longa, fãs descobrem que Nick Fury (Samuel L. Jackson) e Maria Hill (Cobie Smulders) estão sendo representados por Talos (Ben Mendelsohn) e sua esposa, dois skrulls. Essa é, inclusive, uma grande conexão com Capitã Marvel.


A decisão da Marvel de usar skrulls apenas dois filmes depois da introdução deles é algo que pode colocar em dúvida uma saga de Guerras Secretas. O Comic Book afirma que a raça de aliens pode ser responsável por recontar a origem de alguns personagens, caso se torne necessário, tirando um dos pontos que poderiam ser vistos no grande evento.

Mesmo assim, Guerras Secretas é um acontecimento ambicioso. Nas HQs, uma entidade chamada Beyonder transporta os seres mais poderosos da Terra para um planeta distante e os divide em dois times. O ser oferece que qualquer desejo seja realizado para o lado vencedor.

Do outro lado, esse uso dos skrulls segue criando um ambiente para história de Invasão Secreta. Nela, os aliens tentam tomar a Terra a partir do momento que começam a assumir formas de pessoas importantes.

Com Tom Holland no papel principal, Homem-Aranha: Longe de Casa está em cartaz nos cinemas.