Em 2019, os fãs de Velozes e Furiosos terão o primeiro derivado da franquia, Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw. O filme é protagonizado por Dwayne Johnson, o The Rock, e Jason Statham.

Isso significa que os atores não devem participar de Velozes e Furiosos 9. Ao menos, The Rock já é confirmado como ausência do longa da série original de filmes.

Para Variety, o produtor Hiram Garcia respondeu se há planos de Dwayne Johnson voltar para os filmes principais da franquia. Como se sabe, o ator teve um desentendimento público com Vin Diesel, protagonista de Velozes e Furiosos desde o primeiro filme.


“Claro, eu digo, não são mundos separados. É um mundo que alimenta Velozes e Furiosos. Nós apenas fizemos fora da ordem. Enquanto os Vingadores e a Marvel começam com os derivados e vão para os Vingadores, nós começamos com os nossos Vingadores em Velozes e Furiosos e agora estamos com os derivados. Mas é para dar suporte ao universo, porque teremos o 9 e o 10, mas quem não quer o 11, 12 e o 13?”, explicou o produtor.

A confusão entre Vin Diesel e The Rock aconteceu em Velozes e Furiosos 8. Os dois chegaram a usar as redes sociais para críticas públicas e não gravaram cenas em conjunto no longa.

“Tudo é possível, meu amigo. Tudo é possível. Isso é o show business”, completou Garcia sobre uma nova parceria entre os atores.

Apenas Hobbs (Dwayne Johnson) e Shaw (Jason Statham) podem salvar bilhões de pessoas na trama do derivado. No filme, a novidade é que o vilão, interpretado por Idris Elba, é um homem modificado geneticamente, quase como um superpoderoso.

Vanessa Kirby, Elza Gonzales e Helen Mirren também estão no elenco. O roteiro é de Chris Morgan (Velozes e Furiosos) e a direção é de David Leitch (Atômica e Deadpool 2).

Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw chega no dia 1° de agosto nos cinemas. Enquanto Velozes e Furiosos 9, já em gravações, estreia em 22 de maio de 2020.