Chefe da Marvel revela seu “maior medo” com Vingadores: Ultimato

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Vingadores: Guerra Infinita foi um absoluto sucesso e todos esperavam o mesmo de Vingadores: Ultimato, que foi o que aconteceu. Mesmo assim, Kevin Feige, presidente da Marvel Studios, revelou o seu “maior medo” em relação ao filme.

Para a Empire, o presidente do estúdio declarou que não sabia se Vingadores: Ultimato conseguiria dar um bom desfecho para as primeiras fases do MCU. Agora, Feige fala com alívio, já que o longa foi bem avaliado e criticado.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O executivo também disse que teve outro medo. Feige não sabia se Vingadores: Ultimato poderia ultrapassar a bilheteria de Guerra Infinita.

“Conforme você constrói elas, você quer que sejam bem-recebidas e tem algumas franquias, que não vou mencionar, que o final não foi tão bom como o de outras. Você fica, ‘Aqui está o grande final’, e bomba. Então nos últimos quatro ou cinco anos, me preocupei com isso”, começou a contar o presidente da Marvel Studios.

“Eu estava torcendo que passasse apenas por um dólar de Guerra Infinita na abertura, que era a maior de todos os tempos nos EUA. Eu pensei, ‘Se Vingadores: Ultimato for a maior abertura de todos os tempos, eu ficarei feliz’. Bateu por US$ 100 milhões, é incrível e você não sabe como processar. Depois começaram, ‘Vocês baterão Avatar, com certeza vão’. E então depois de quatro semanas, ‘Não, você não vai bater, mas é uma exibição sólida’”, destacou Feige.

No fim das contas, Vingadores: Ultimato bateu Avatar e se tornou também a maior arrecadação da história do cinema.

Vingadores: Ultimato está disponível em formato digital.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio