Liga da Justiça de George Miller seria “um clássico”, diz ator

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista ao Yahoo!, Adram Brody, que recentemente esteve em Shazam! da DC, lamentou novamente que Liga da Justiça Mortal nunca foi lançado. No filme, o ator seria o Flash.

O famoso garante que não era pelo papel maior, mas sim pela visão de George Miller, que estava comandando o filme. Para Brody, se tivesse sido lançado, Liga da Justiça Mortal “seria um clássico”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“O roteiro é bom, muito sólido. Eu achava que a seleção estava correta, todos se encaixavam nos papéis. Eu estava empolgado em trabalhar com George Miller, ele é uma lenda, muito legal”, contou o ator.

No filme, Armie Hammer seria o Batman, D.J. Cotrona ficaria como Superman e Megan Gale, a Mulher-Maravilha. Mas, a Warner Bros desistiu da produção por ter desconfiança sobre o projeto.

Brody lembrou na entrevista que no lugar de Liga da Justiça Mortal, George Miller lançou Mad Max: Estrada da Fúria. O filme mostrou que o estúdio não deveria desconfiar do diretor.

“Oh meu Deus, ele é mais inovador do que qualquer um, ele é fora da curva. Então, isso dói ainda mais. Como, aquilo (Liga da Justiça Mortal) poderia ter sido um filme clássico”, completou o famoso.

No lugar, os fãs tiveram o filme Liga da Justiça, de Joss Whedon, que não agradou muitos espectadores. O longa chegou em 2017 e teve Batman (Ben Affleck), Superman (Henry Cavill), Mulher-Maravilha (Gal Gadot), Flash (Ezra Miller), Aquaman (Jason Momoa) e o Ciborgue (Ray Fisher).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio