Missão no Mar Vermelho é apenas parte de uma história muito mais sombria

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Missão no Mar Vermelho, novo filme da Netflix estrelado por Chris Evans, lida com a complicada história real de uma missão para resgatar judeus etiópicos do Sudão, e levá-los para Israel.

Em uma extensa matéria, o Digital Spy trouxe alguns dados sobre a missão real que inspirou o filme, e como a situação se manteve após os eventos dramatizados.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A começar pela decisão do filme de colocar a liderança em Ari (Chris Evans), que se apresenta um pouco equivocada, já que a operação começou de verdade por conta de um homem chamado Farede Yazazao Aklum.

Ele foi transformado no personagem de Michael K. Williams (chamado Kebede Bimro), e estava trabalhando secretamente na Etiópia com Mossad a fim de trocar armas para etiópicos judeus. Ele fugiu do país e caminhou até Khartoum, onde enviou cartas para agentes de Mossad pedindo ajuda. Eis que o agente Danny Limor (inspiração para o personagem de Evans) é enviado para resgatá-lo.

Em Sudão, Farede escreveu para as vilas judaicas, incentivando-os a fugir.

A chegada dos judeus etiópicos em Israel é um momento catártico em Missão no Mar Vermelho, mas a realidade foi um tanto mais intensa. A chegada dos judeus foi marcada por intenso preconceito, como era de se esperar, pelas diferenças culturais e religiosas.

Nos últimos trinta anos, diversas políticas de segregação forçada foram implantadas em escolas e bairros, o que geraram bairros similares a guetos de famílias etiópicas. Essa parte da população foi subjugada pelo sistema de saúde e também de rabinos, que não aceitam o fato de serem judeus.

“Inspirado em uma operação de resgate extraordinária, Missão no Mar Vermelho é a incrível história de um grupo de agentes secretos que no começo dos anos 80 usaram um resort de férias no Sudão como fachada para o transporte de milhares de refugiados para Israel. A equipe responsável pela operação é liderada pelo carismático Ari Levinson (Chris Evans) e pelo corajoso etíope Kabede Bimro (Michael Kenneth Williams)”, afirma a descrição da plataforma de streaming. 

Haley Bennett, Alessandro Nivola, Michiel Huisman, Chris Chalk, Greg Kinnear e Ben Kingsley completam o elenco. A direção é de Gideon Raff. 

Missão no Mar Vermelho está disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio