Novos filmes da DC dependem do sucesso de Coringa, diz diretor

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quando o filme do Coringa foi anunciado, uma outra informação foi igualmente repercutida. A Warner Bros usaria o longa de origem e com história alternativa para lançar o selo DC Black, voltado para projetos como o do vilão.

Porém, nada foi anunciado desde então. O diretor Todd Phillips, que trabalha em Coringa, atualizou essa situação. Esse segmento só deve ganhar continuidade se o longa do vilão for considerado um sucesso pelo estúdio.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ao Los Angeles Times, o cineasta relembrou que o DC Black foi criado para ser “um laboratório de filmes independentes para esses personagens”. Nesse caso, projetos que também sejam de baixo orçamento.

Mas, o selo ainda não avançou porque executivos da Warner estão esperando as críticas de Coringa, além dos números.

“Eles ficaram como, ‘Vamos com calma com o selo – que tal você fazer um filme?’”, contou o diretor na entrevista.

Nos quadrinhos, a DC aposta no mesmo selo para histórias para maiores. O nome do selo, inclusive, é o mesmo que a Warner Bros planejava para o segmento de filmes.

O filme do Coringa, da DC, traz Joaquin Phoenix como protagonista e tem ainda Robert De Niro, Bill Camp (Operação Red Sparrow, A Grande Jogada), Frances Conroy (American Horror Story, Castle Rock), Brett Cullen (42, Narcos), Glenn Fleshler (Billions, Barry), Douglas Hodge (Operação Red Sparrow, Penny Dreadful), Marc Maron (Maron, GLOW), Josh Pais (Motherless Brooklyn, Going in Style), e Shea Whigham (O Primeiro Homem, Kong: A Ilha da Caveira).

Todd Phillips (Se Beber, Não Case!) dirige o filme e também assina o roteiro ao lado de Scott Silver (O Vencedor). A produção ainda conta com o astro Bradley Cooper.

Coringa estreia no nos cinemas brasileiros em 3 de outubro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio