Roteiristas de Vingadores revelam a grande diferença entre as mortes de ‘Guerra Infinita’ e ‘Ultimato’

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Tanto Vingadores: Guerra Infinita quanto Vingadores: Ultimato, possuem muitas mortes trágicas e emocionantes. Mas mesmo entre esses dois filmes, que são duas partes de uma só história, as mortes acontecem de maneiras bem diferentes.

De acordo com os Stephen McFeely e Christopher Markus, roteiristas de Vingadores: Guerra Infinita e Vingadores: Ultimato, as mortes do novo filme são oriundas de decisões heróicas, o que é bem diferente do que acontece no primeiro filme.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Uma coisa que separa, em termos de tom, as mortes deste filme [Vingadores: Ultimato] das mortes de Vingadores: Guerra Infinita, é o fato de que todas partem de escolhas dos heróis. As mortes de Loki, Heimdall, Gamora e Visão em Guerra Infinita são todas feitas por Thanos de forma muito mais trágica”, disse Markus durante a versão comentada de Vingadores: Ultimato.

“Assassinatos. Em Vingadores: Ultimato, você tem vitórias heróicas e tristes”, acrescentou McFeely, uma referência clara as mortes de Tony Stark e Natasha Romanoff.

Em 13 de agosto, Vingadores: Ultimato ganha lançamento em DVD e Blu-ray.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio