Vingadores: Ultimato gravou cenas para explicar viagem no tempo “confusa”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um dos aspectos mais debatidos de Vingadores: Ultimato é sua abordagem para a viagem no tempo, que é um tanto mais distinta do que aquela vista na maioria dos filmes do gênero.

Durante um Q&A promovido pelo Periscope nesta quinta-feira (8), a dupla de diretores Anthony e Joe Russo falou sobre o tema, e revelou que criaram novas cenas após algumas reações à viagem no tempo terem sido confusas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Nós até nos encontramos com alguns professores para falar sobre física quântica, e sabe, viagem no tempo não é real. Isso não existe”, diz Joe Russo.

“Basicamente, em um filmede gênero, você cria regras onde seu filme vai funcionar. De Volta para o Futuro é um filme icônico, e aquelas regras foram usadas em muitas facetas da cultura pop. E nós subestimamos o quão integradas elas estavam nos cérebros das pessoas, e quando optamos por uma abordagem de física quântica no filme, é um conceito diferente sobre como o tempo funciona”, explica.

“Nós fazemos sessões bem secretas dos filmes com o pessoal que trabalha na Disney, e começamos a receber muito feedback. Com a Nebulosa, na cena em que ela mata a si mesma, as pessoas esperavam que ela fosse desaparecer. É um pensamento de De Volta para o Futuro”, revela Russo.

“E nós dizíamos que não, porque explicamos com duas frases em tal cena. E todos respondiam, ‘Eu não sei do que você está falando’. Então tivemos que voltar e criar aquelas cenas com o Hulk Esperto, Scott Lang e Rhodey para falar sobre viagem no tempo”, revela o diretor.

É por isso que existem refilmagens.

Vingadores: Ultimato está disponível em plataformas digitais, e chega em DVD e Blu-ray em 13 de agosto.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio