Na última semana, Kristen Stewart revelou um comentário preconceituoso que foi feito para ela. Uma pessoa, que não teve o nome revelado, disse para atriz que ela não deveria “andar de mãos dadas com a namorada” caso quisesse um papel de heroína em uma empresa como a Marvel.

No Festival de Toronto, a atriz esclareceu o comentário para a Harper’s Bazaar. Kristen Stewart contou que apenas usou a Marvel como um exemplo e explicou que a pessoa citada em sua declaração não tem relação com esse estúdio.

“Foi literalmente uma citação de um grande conglomerado do tipo”, destacou a famosa.


Na continuação da conversa, Kristen Stewart relatou o desejo de ser uma heroína. Além disso, garante que os estúdios tem essa pretensão com atores que são LGBTQ+.

“Eu tenho certeza que eles amariam contratar os atores gays para serem super-heróis”, garantiu a atriz, que completou sobre qual heroína gostaria de ser: “uma gay!”.

Anthony Mackie, o Falcão da Marvel, estava na mesma entrevista. Os dois estão divulgando Seberg, da Amazon, e o ator se mostrou empolgado em poder contar com Kristen Stewart.

“Eu acho que ela deveria ser uma Falcão Capitã América gay”, declarou o ator. Nesse momento, a famosa fazia uma pose de heroína, conforme descreveu a revista.

Seberg, filme com a dupla, ainda não tem previsão de estreia divulgada pela Amazon. O longa conta a história da atriz Jean Seberg, que é interpretada pela própria Kristen Stewart.