Por que Vingadores: Ultimato fez tanto dinheiro? Diretor explica

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Vingadores: Ultimato teve uma temporada e tanto nos cinemas. O filme da Marvel simplesmente se tornou a maior bilheteria da história, com US$ 2,795 bilhões.

Muitos explicam o feito por conta da expectativa criada em uma história com 22 filmes. Além disso, Vingadores: Guerra Infinita trouxe um problema e tanto ao eliminar metade da Terra, o que foi solucionado no longa.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em partes, o co-diretor Anthony Russo concorda com as afirmações. Mas, o cineasta dá ainda outros motivos para Vingadores: Ultimato ter feito tanto dinheiro.

“Mesmo que eu e Joe Russo amamos ação, embelezamos ela e colocamos muito foco nela, no final do dia nós temos um forte foco em nossos personagens. Nós amamos explorar personagens numa maneira súbita e específica. Nossa comédia sempre foi conhecida por ser baseada nos personagens, mesmo que fique absurda muitas vezes. Eu também acho que existe o fato de que nos comprometemos a colocar parâmetros reais nas histórias. Se olharem para os nossos filmes, nós fizemos escolhas radicais”, explicou Anthony Russo ao portal Cleveland.

O cineasta também admitiu que toda preparação para essa parte final da história ajudou. Anthony Russo elogiou a liberdade criativa concedida pela Marvel.

“Nada nos empolga mais de um jeito criativo do que isso. Não existia um mapa para fazermos Vingadores: Ultimato. Ninguém fez nada como Ultimato antes. É a culminação de uma história de 22 filmes que são conectados, com personagens que se ligam através de diferentes cineastas e vozes criativas. Foi uma aventura criativa e original. Eu acho que o que mais amamos é que estávamos em uma zona onde não sabíamos o que estávamos fazendo. Nós sempre nos comprometemos com essas oportunidades criativas”, completou o diretor.

Vingadores: Ultimato está disponível em DVD e Blu-ray.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio