A relação entre a Disney e a Marvel Entertainment nem sempre foi das mais amistosas. Isso porque Bob Iger não tinha contato direto com Kevin Feige, presidente da divisão de cinema, tendo que passar por Ike Perlmutter, antigo CEO da empresa.

Perlmutter, inclusive, foi a fonte de diversos desentendimentos internos com Feige. E também com Iger, que revela em sua autobiografia The Ride of a Lifetime como a equipe do antigo CEO “enrolou” a produção de Pantera Negra e Capitã Marvel, dois dos maiores sucessos do estúdio.

“Eu estive nessa indústria tempo o suficiente para ouvir todo tipo de argumento, e eu ouvi aqueles mais velhos do tipo: velho, e sem conexão com o mundo. Tivemos uma chance de fazer um ótimo filme e mostrar um segmento mal representado dos EUA, e esses objetivos não eram mutualmente exclusivos. Eu liguei para o Ike e disse para ele e sua equipe pararem de enrolar e colocarem Pantera Negra e Capitã Marvel em produção”, escreve Iger em seu livro.


Tanto o Pantera Negra de Chadwick Boseman quanto a Capitã Marvel de Brie Larson estiveram no elenco de Vingadores: Ultimato, lançado nos cinemas no primeiro semestre.

Ryan Coogler já prepara a continuação do herói de Wakanda para 2022, enquanto um novo Capitã Marvel ainda não foi anunciado.