Indignado com as críticas ao modo como Coringa se utiliza da violência, o diretor Todd Phillips recentemente polemizou ao comparar seu longa com John Wick, dizendo que o personagem de Keanu Reeves também é “um homem branco que mata 300 pessoas e faz todos rirem e gritarem”.

A comparação, como se poderia esperar, não caiu muito bem – especialmente com os próprios fãs de John Wick.

John Wick é praticamente um desenho animado em live-action, cheio de violência fisicamente impossível. Coringa aponta para o hiper-realismo e desde o primeiro dia causa controvérsia intencionalmente. Não estou criticando Coringa, mas é uma comparação muito errada”, escreveu um internauta.


Outra declarou: “John Wick era um filme inteiro sobre um cara que não queria matar.”

“Keanu Reeves não é branco, tente novamente [o ator é descendente de chineses e havaianos]. Por favor, assista a um filme de John Wick e retire essa declaração”, escreveu um terceiro.

Coringa chegará aos cinemas em 3 de outubro.