O final de Capitão América em Vingadores: Ultimato levantou inúmeras dúvidas entre os fãs. Como o herói fica no passado, muitos imaginam que ele poderia ter salvo Bucky Barnes, o Soldado Invernal, antes de toda trama do MCU (sigla em inglês para Universo Cinematográfico da Marvel) acontecer.

Caso isso acontecesse, Bucky, possivelmente, não teria cometido os crimes ao ser manipulado pela Hydra e os dois não teriam se reencontrado em Capitão América: O Soldado Invernal, mas sim antes.

Como notou o portal Screen Rant, o co-roteirista de Vingadores: Ultimato Christopher Markus já explicou esse fato.


“Stephen McFeely (o outro roteirista) e eu fomos tomados pela ideia de que Steve voltou e de alguma maneira, depois, sempre esteve ali. Ele teve a sua vida. Há fãs que acham que o Capitão América voltaria no tempo e tentaria arrumar tudo. Então, ele tem que salvar Bucky, tem que salvar Kennedy… ele é um homem ocupado. Mas, não é para isso que o mandamos de volta. Nós o mandamos de volta para ser uma pessoa completa, para voltar da guerra. Nós não queríamos ele de volta para continuar se aventurando. Queríamos ele descansando. A única maneira disso é com dois Capitães. Estou bem com isso”, explicou o co-roteirista.

Os roteiristas de Vingadores: Ultimato pensam que o Capitão América velho sempre esteve na mesma linha do tempo do Steve Rogers que acorda no século 21. Mas, isso a Marvel ainda não revelou se é definitivo.

Vingadores: Ultimato está disponível em versão digital, DVD e Blu-ray.