Publicidade

Rey sombria é um clone (e a original também), diz teoria de Star Wars 9

Publicado por Bruno Tomé

01/09/2019 15:22

O Screen Rant divulgou uma nova e interessante teoria sobre Star Wars: A Ascensão Skywalker. A sugestão pretende explicar quem é a Rey sombria.

Para o portal, ela é um clone. O mesmo vale, porém, para a Rey original. A personagem é vivida na nova trilogia por Daisy Ridley.

A trama do filme está sendo mantida em absoluto segredo pelo diretor e roteirista J.J. Abrams. Mas, os fãs sabem que Palpatine, o Imperador, está de volta e pode ter um enorme papel no longa.

A revelação antes do lançamento é tão grande quanto a vista no último teaser do filme. É quando a Rey sombria aparece, levantando dúvidas em todos os fãs de Star Wars.

O primeiro argumento do site é que a Rey sombria não é uma visão, como diz uma teoria famosa sobre a aparição. Muitos acreditam que essa versão da personagem apareceria em um sonho da Jedi ou de Kylo Ren, como uma espécie de aviso.

Mas, o Screen Rant explica que se a Rey sombria foi revelada dessa forma, ela deve igualmente ter um papel importante no filme. Essa mesma aparição pode ainda ajudar a desvendar mistérios como o passado da própria Jedi e o retorno de Palpatine, citado anteriormente.

A teoria é de que Rey foi um clone usado para Palpatine usar quando chegasse a hora. Essa trama foi apresentada nos quadrinhos de Dark Empire, de Tom Veitch, onde o Imperador conseguia sobreviver ao possuir clones criados para ele – mesmo que esses não fossem a personagem.

Rumores sobre o filme dão conta de que o Imperador deixou um exército nas Regiões Desconhecidas. Esse pode ser um grupo de clones para Palpatine assumir o corpo.

Essa trama também abriria a possibilidade de Palpatine assumir todo um exército de clones. No período entre Star Wars: A Vingança dos Sith e Star Wars: Uma Nova Esperança, o Império começou a dar mais valor ao exército feito com clones. Dessa forma, não seria impossível o grande vilão da saga desenvolver clones com o seu DNA.

Para isso acontecer, porém, o espírito de Palpatine ainda tem que estar por perto. Para o portal, ele pode estar possuindo o capacete de Darth Vader. A trama de o espírito possuir algum objeto também já foi explorada nos quadrinhos da saga.

Essa revelação também seria uma completa conexão com a cena de Star Wars: Os Últimos Jedi onde Kylo Ren cita que os pais de Rey “eram ninguém” e “dois vagabundos bêbados que a trocaram por dinheiro”. Além disso, a personagem entra na caverna de Ahch-Toh e tenta descobrir a sua linhagem. Rey vê apenas uma linha infinita dela mesma.

Essa linha pode dizer que ela é simplesmente um clone. Como a teoria desconfia, há um exército de Reys que poderia ser usado por Palpatine.

Dessa forma, Star Wars: A Ascensão Skywalker pode ser Rey lutando contra a Rey sombria, fazendo assim a luta definitiva da Força contra a Escuridão. A única dúvida ficaria sobre a trama onde Rey é abandonada em Jakku e por quem ela foi deixada lá.

Por hora, é apenas uma teoria sobre o filme. Os fãs tem que esperar ao lançamento da obra para saber de fato o que acontecerá.

Star Wars: A Ascensão Skywalker traz veteranos da franquia como Mark Hamill, Carrie Fisher (que terá imagens de arquivo utilizadas), Billy Dee Williams, Ian McDiarmid e Anthony Daniels.

Eles se juntam ao elenco formado por Daisy Ridley, John Boyega, Oscar Isaac, Adam Driver, Kelly Marie Tran, Naomie Ackie, Dominic Monaghan, Keri Russell e Joonas Suotamo.

Star Wars: A Ascensão Skywalker, estreia nos cinemas brasileiros em 19 de dezembro.

Publicidade